ptzh-CNen

  • Biblioteca Digital
  • Aprender a Língua Portuguesa
  • opera cantao
  • selosptchina
  • Portal Digital: Fontes Macau-China Séculos XVI-XIX
  • Aprender a Língua Portuguesa
  • Espetáculo da Ópera de Pequim organizado pelo Observatório da China
  • Emissão dos selos comemorativos das Relações Diplomáticas Portugal-China: 40 anos das relações diplomáticas.
  • Home
  • Solidariedade chinesa na pandemia COVID-19

Huawei lança programa para ajudar alunos angolanos durante a pandemia.

O gigante tecnológico chinês Huawei Technologies Co. Ltd. lançou na terça-feira, em Angola, uma solução tecnológica para criar salas de aulas virtuais em tempo real e ajudar os estudantes confinados em casa a prosseguir os estudos. De acordo com a agência noticiosa estatal angolana Angop, a “Home Study”, cuja fase experimental arrancou no mês passado, vai apoiar durante seis meses estudantes de sete instituições angolanas de ensino superior.

 

Ler artigo completo em: Macau Hub

Fundações chinesas doam material de protecção a Timor-Leste.

Toneladas de equipamento médico, incluindo ventiladores e material de protecção pessoal, doado pelas fundações chinesas Jack Ma e Alibaba, chegaram na terça-feira à capital timorense, Díli, avançou a Embaixada da China em Timor-Leste.

Num comunicado citado pela Lusa, a embaixada revela que o material, transportado num voo ‘charter’, inclui dez ventiladores, 39 termómetros e cinco mil conjuntos de detecção e reagentes.

Ler artigo completo em: Fórum China-PLP

China partilha com Moçambique experiência no tratamento da Covid-19

Obstetras e pediatras chineses partilharam na quinta-feira experiências na prevenção e tratamento da Covid-19 em mulheres grávidas e crianças com médicos moçambicanos, avançou a Xinhua.

A teleconferência de duas horas juntou especialistas do Hospital Materno e Infantil do Oeste da China, afiliado à Universidade de Sichuan, e colegas do Hospital Central de Maputo (HCM).

Segundo a agência noticiosa estatal chinesa, a sessão abordou a prevenção e tratamento de crianças infectadas com Covid-19 e a gestão do período perinatal de mulheres grávidas.

Ler artigo completo em: Macau Hub

Coronavírus: o esforço da China em ajudar a África não é novidade.

"Pequim leva a sério seu compromisso de apoiar seus parceiros africanos e existe desde 1962. De acordo com dados oficiais, atualmente existem cerca de 1.000 profissionais médicos chineses trabalhando na África a longo prazo, a maioria deles enviados por províncias individuais. O programa custa à China cerca de US $ 60 milhões por ano, ou mais de US $ 1 bilhão entre 2000 e 2018, de acordo com um relatório recente da Escola de Estudos Internacionais Avançados da Universidade Johns Hopkins".

 

Ler artigo completo em: South China Morning Post

"EUA convocam a frente anti-China, que responde com a cooperação internacional."

"O sonho americano de mandar no mundo esboroa-se ante a força dos fatos e a inelutabilidade das atuais tendências. Tudo indica que será em torno da China e não do imperialismo estadunidense que poderá ser formada uma frente de países, sob a bandeira da paz e da cooperação internacional", escreve o jornalista José Reinaldo Carvalho

 

Ler artigo completo em: Brasil 247

"Covid-19: China anuncia assistência financeira aos países afectados, sobretudo os mais pobres."

O Presidente chinês, Xi Jinping, anunciou nesta segunda-feira na reunião anual da Organização Mundial da Saúde (OMS), que a China vai oferecer dois mil milhões de dólares em assistência aos países afectados pela pandemia da Covid-19, sobretudo aos mais pobres.

 

O Presidente chinês disse ainda que potenciais vacinas que a China consiga desenvolver contra a doença, que causou já mais de 300 mil mortes em todo o mundo, “vão estar disponíveis como um bem público global para que sejam acessíveis a todos os países em desenvolvimento”.

 

Ler artigo completo em: PÚBLICO

O Presidente chinês, Xi Jinping, anunciou nesta segunda-feira na reunião anual da Organização Mundial da Saúde (OMS), que a China vai oferecer dois mil milhões de dólares em assistência aos países afectados pela pandemia da Covid-19, sobretudo aos mais pobres.

O Presidente chinês disse ainda que potenciais vacinas que a China consiga desenvolver contra a doença, que causou já mais de 300 mil mortes em todo o mundo, “vão estar disponíveis como um bem público global para que sejam acessíveis a todos os países em desenvolvimento”.