ptzh-CNen

Especial 2019

 

40 ANOS DE RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS PORTUGAL-CHINA | 20 ANOS DA CRIAÇÃO DA RAEM (REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU)

 

Acompanhe aqui as várias inciativas e plataformas desenvolvidas em torno das comemorações:

www.macau20anos.org

www.macau20anos.lusa.pt

www.macao20.gov.mo

 

DECLARAÇÃO DO OBSERVATÓRIO DA CHINA:  40 ANOS DE RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS PORTUGAL-CHINA

"A relevância da Sociedade Civil no âmbito dos 40 anos das Relações Diplomáticas Oficiais Portugal-China e dos 20 nos da criação da RAEM"

 

O Observatório da China considera muito positiva a participação oficial do Estado Português na iniciativa multilateral proposta pela China – UMA FAIXA E UMA ROTA, pois Portugal poderá readquirir uma nova centralidade, que há muitos séculos não tinha. Portugal poderá redistribuir, em primeira mão, para a Europa e para África, o comércio vindo pela Rota Marítima do Oriente e da China em particular. Portugal deve aproveitar a sua posição geoestratégica relevante, sem descurar os seus aliados atlânticos tradicionais, para simultaneamente reforçar a sua ligação à China (e a Macau), como uma parceria facilitadora das relações com a Europa e os Países Lusófonos, tentando enquadrar o crescimento acentuado do comércio Chinês com esses Países (em especial Brasil, Angola e Moçambique).

 

Estamos no ponto mais elevado das relações Portugal-China (e com a RAEM, que está de parabéns pelo seu contínuo desenvolvimento). A China tem-se revelado um dos líderes da liberdade de comércio no contexto da globalização. Tem feito um enorme esforço nacional na recuperação do ambiente e, internacionalmente, é um defensor do acordo de limitação das alterações climáticas. A Zona Económica Exclusiva Marítima de Portugal é fundamental, o investimento nos setores das energias renováveis, nas ligações portuárias, ferroviárias (ligação transeuropeia,…) e na nova geração da internet das coisas (5G, Huawei)será igualmente um importante contributo à economia azul. O Observatório da China congratula-se com o aprofundamento das relações com a China, nomeadamente nas áreas científicas (centros de investigação tecnológicos estratégicos sobre os oceanos e o espaço), culturais e indústrias criativas.

Continue a leitura

Seminários ICUL

O Observatório da China tem o prazer de se associar à divulgação dos Seminários do Instituto Confúcio da Universidade de Lisboa. Local: Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa: Sala B3

9 de novembro, 10h30/12h00

“On Business Etiquettes in China in the perspective of Cross-cultural Communication”, Prof. Feng Hong

23 de novembro, 10h30/12h00

“Analysis of synonyms from the perspective of pragmatics”, Prof. Dai Xiumin

7 de dezembro, 10h30/12h00

“On the E-C and C-E Translation of Four-character Phrases and Chengyu”, Prof. Wang Hong 

11 de janeiro de 2020, 10h30/12h00

“Analyses on Chinese Grammar”, Prof. Wang Yuqin 

 

Entrada livre, sujeita à lotação da sala

Para mais informações clique aqui

Mais artigos...