ptzh-CNen

Aula Aberta na Universidade de Évora

Na sequência da exposição “Uma Faixa e uma Rota – O futuro partilhado por toda a Humanidade” patente na Universidade de Évora, o Observatório da China organizou uma aula aberta sobre “A Nova Rota da Seda Chinesa: continuidade ou rutura?”, promovendo a sua reflexão no contexto do espaço lusófono, no dia 28 de novembro de 2018.

No âmbito da Licenciatura em Relações Internacionais, os alunos presentes assistiram a uma apresentação sobre este projeto chinês e, ainda, uma abordagem sobre a ascensão da China no contexto da globalização. Neste sentido, a China é vista como o maior investidor a nível mundial, destacando as suas relações comerciais com África.

Além disso, a criação da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) e o Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa foram temáticas também abordadas. Rui Lourido realçou, ainda, a importância da aprendizagem da língua chinesa para a dinamização das trocas comerciais.

Para terminar, o Observatório da China apresentou o projeto da Biblioteca Digital Macau/China, através do qual os alunos podem consultar gratuitamente todas as fontes históricas desde o século XVI ao XIX relativo a Macau, essenciais para a compreensão do relacionamento entre o Ocidente e a China.

 

aula ab

 

Liliana Sousa

II Fórum da Juventude Luso-Chinesa

No dia 21 de novembro de 2018, o Observatório da China esteve presente no Seminário do II Fórum da Juventude Luso-Chinesa sobre a temática: “Cooperação Empresarial Portugal/China: Economia do Mar”. Este evento contou com o patrocínio da Liga da Multissecular Amizade Portugal-China (LMAPC) em parceria com a Direção Geral de Política do Mar/Ministério do Mar.

O Presidente da Direção da LMAPC, o General Pinto Ramalho, considera que o tema de reflexão sobre a economia do mar é muito pertinente tendo em conta a evolução que se vai verifica em relação ao projeto chinês Belt&Road Initiative e as oportunidades de cooperação que possam advir, especialmente para os jovens empresários portugueses e chineses.

O Embaixador da RPC em Portugal, o senhor Cai Run, enfatizou a cooperação sino-portuguesa na investigação marítima e o intercâmbio de académicos. Além disso, as universidades e institutos de investigação chinesa poderiam desenvolver laboratórios e centros para a investigação conjunta entre Portugal e China. Considerando que Portugal foi o primeiro país europeu a assinar, no ano passado, o acordo que estabelecia uma “Parceria Azul” entre Portugal e a China, o que comprova o crescimento na relação bilateral luso-chinesa.

Este evento contribuiu para aprofundar o contributo de Portugal em relação à economia do mar e a sua posição no âmbito da Rota Marítima chinesa, enaltecendo os benefícios mútuos que resultarão do fortalecimento das relações bilaterais sino-portuguesas.

 

flc

 

Liliana Sousa

Visita da Delegação Chinesa do Congresso de Jiangsu a Portugal

Durante três dias, a delegação chinesa do Congresso de Jiangsu (江蘇), província chinesa localizada na zona litoral do território chinês, visitou algumas cidades de Portugal, nomeadamente Lisboa e Cascais.

No dia 8 de novembro de 2018, a UCCLA recebeu uma delegação chinesa de seis representantes do Comité do Congresso Provincial do Povo de Jiangsu, que se reuniram com o Secretário-Geral da UCCLA, o Dr. Vítor Ramalho e com o Coordenador Cultural da mesma instituição, o Dr. Rui Lourido que, por sua vez, apresentou o Observatório da China, a associação multidisciplinar em estudos chineses, da qual é o Presidente.

rj

Continue a leitura

Mais artigos...