ptzh-CNen

China comprou mais dívida dos EUA, em meio às crescentes tensões no Pacífico.

A China aumentou modestamente sua participação em títulos do Tesouro dos EUA, apesar das crescentes tensões transpacíficas e da crescente discussão sobre uma guerra financeira entre as duas maiores economias do mundo.

A China adicionou US $ 10,9 bilhões em títulos do Tesouro dos EUA em maio em relação ao mês anterior, depois de cortar suas participações em cada um dos dois meses anteriores, de acordo com um relatório divulgado pelo Departamento do Tesouro dos EUA. O crescimento modesto ocorreu no momento em que crescem os temores de que os confrontos entre Pequim e Washington sobre a pandemia de Coronavírus, a Lei de Segurança Nacional de Hong Kong e os rumores sobre Xinjiang possam se espalhar para o setor financeiro.

O debate em Pequim continua sobre se os Estados Unidos podem restringir ou mesmo cortar seu acesso ao dólar, enquanto a China pode retaliar despejando suas participações na dívida do governo dos EUA, embora analistas tenham dito que essa "opção nuclear" é altamente improvável por causa dos danos faria para ambos os países, bem como para a economia global.

 

Ler artigo completo em: SCMP