ptzh-CNen

Pompeo quer Instituto Confúcio da China fora dos EUA até ao final do ano.

Pompeo rotulou o centro que administra os Institutos Confúcio nos Estados Unidos de “entidade que promove a propaganda global e a influência maligna de Pequim”.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse ontem que tinha esperança de que os centros culturais do Instituto Confúcio chinês nos campos universitários do país fossem encerrados até ao final do ano.

“Acho que essas instituições podem ver isso, e tenho esperança de que vamos fechar todas elas antes do final deste ano”, disse Pompeo a Lou Dobbs na Fox Business Network, acusando os institutos financiados pelo governo chinês de trabalhar para recrutar “espiões e colaboradores” em faculdades americanas.

No mês passado, Pompeo rotulou o centro que administra os Institutos Confúcio nos EUA de “entidade que promove a propaganda global e a influência maligna de Pequim” e exigiu que se registasse como uma missão estrangeira.

David Stilwell, o principal diplomata dos EUA para o Leste Asiático, disse na época que as dezenas de Institutos Confúcio nos campos universitários norte-americanos não estavam a ser encerrados, mas as universidades deveriam verificar o que estavam a fazer dentro dos campus.

Ler artigo completo em: Plataforma Media