ptzh-CNen

China nega retaliação contra jornalistas norte-americanos.

O Ministério das Relações Exteriores da China criticou o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA por chamar as chamadas limitações de visto para a mídia dos EUA na China como um movimento "recíproco" contra a repressão do governo Trump aos jornalistas chineses nos EUA, chamando-a de totalmente infundada e dizendo que os EUA estão culpando outros quando deveria estar se culpando.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, fez os comentários em uma entrevista coletiva de rotina na segunda-feira. Ele destacou que os pedidos de extensão de credencial de imprensa para jornalistas de meios de comunicação dos EUA, incluindo a CNN, estão sendo processados ​​para que continuem a viver e trabalhar na China. "E informamos os EUA sobre o assunto."

Os comentários do porta-voz vieram depois que uma reportagem da CNN no domingo pintou uma imagem falsa de que Pequim está cortando o que normalmente é uma extensão de visto de um ano para jornalistas que trabalham na mídia dos EUA para apenas dois meses. O relatório citou David Stilwell, secretário adjunto do Departamento de Estado dos EUA para Assuntos do Leste Asiático e Pacífico, que o chamou de "medida recíproca" ao tratamento dado pelo governo Trump aos jornalistas chineses nos EUA.

Os EUA chegaram a um estado de "histeria", aumentando constantemente a repressão política contra a mídia chinesa, disse Zhao.

Em 6 de agosto, os vistos de todos os jornalistas chineses expiraram. Eles seguiram a exigência dos EUA e solicitaram uma extensão com antecedência. No entanto, nenhum deles recebeu uma resposta específica das autoridades, o que atrapalha seriamente seu trabalho legítimo nos EUA, prejudica a reputação da mídia chinesa e prejudica o intercâmbio normal entre os dois países, disse Zhao.

Zhao também disse que desde 2018, cerca de 30 jornalistas chineses tiveram essa experiência. Em março, os EUA, de fato, expulsaram 60 jornalistas chineses. Em 11 de maio, os Estados Unidos anunciaram que os vistos para jornalistas chineses são válidos apenas por 90 dias a partir de 8 de maio.

Ler artigo completo em: Global Times