ptzh-CNen

China pede aos EUA que parem de perseguições políticas e repressão a jornalistas chineses.

Na segunda-feira, a China pediu aos Estados Unidos que parassem com a perseguição política e a repressão contra jornalistas chineses.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Wang Wenbin, fez os comentários em uma coletiva de imprensa em resposta a uma pergunta sobre a extensão de visto de jornalistas chineses nos Estados Unidos.

Os pedidos de prorrogação de visto de alguns jornalistas chineses nos Estados Unidos foram aprovados e o prazo de validade vai de 4 de agosto a 4 de novembro deste ano, segundo Wang.

"Em outras palavras, o período real de validade de seus vistos era de menos de uma semana. Para alguns, é de apenas três dias", disse Wang, acrescentando que foram obrigados a abrir imediatamente novos pedidos de prorrogação.

Ele disse ao briefing que alguns jornalistas chineses nem mesmo receberam aprovação clara dos Estados Unidos, e o lado dos EUA até levantou uma exigência irracional de que os jornalistas não podem relatar notícias durante o período de inscrição.

"Tudo isso jogou os jornalistas chineses que trabalham e moram nos Estados Unidos em enormes incertezas", disse Wang.

Ressaltando que os méritos do que aconteceu no setor de mídia entre a China e os Estados Unidos são muito claros, Wang disse que a China deixou claras suas preocupações e demandas ao lado norte-americano por meio de canais diplomáticos bilaterais.

"A China tomará todas as medidas necessárias para salvaguardar os direitos e interesses legítimos dos jornalistas chineses, de acordo com o princípio de 'palavra por palavra e ação por ação'", disse Wang, exortando o lado americano a abandonar imediatamente as ilusões e acabar com sua política perseguição e repressão contra jornalistas chineses.

Ler artigo completo em: Xinhua