ptzh-CNen

China acelera vacinação para alcançar EUA, mas há desafios.

A China acelera a campanha de vacinação contra a covid-19 com o objetivo de ser duas vezes mais rápida que os Estados Unidos. O país asiático agora pressiona membros do Partido Comunista, funcionários de bancos e de universidades a tomar vacina, pois a lenta imunização ameaça minar a vantagem conseguida ao controlar o coronavírus de maneira eficaz.
 
A campanha de imunização foi intensificada significativamente nas últimas semanas, e a China agora administrou uma média de 5 milhões de doses por dia em relação a menos de 1 milhão no início do ano. Embora seja um aumento significativo, isso se traduz em cinco doses para cada 100 pessoas, em comparação com 25 nos EUA e 56 em Israel, de acordo com o rastreador de vacinas da Bloomberg.