ptzh-CNen

Índices da China se recuperam com sinalização de suporte ao mercado por reguladores.

Os índices acionários da China subiram 3%, liderados pelas empresas financeiras, depois que reguladores agiram para impulsionar o mercado elevando o teto de investimento em ações para seguradoras e encorajando fusões e aquisições entre corretoras e casas de fundo mútuo.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 2,98%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 3,11%.

O índice de start-ups ChiNext Composite avançou 1,31%.

Liderando os ganhos, o subíndice do setor financeiro do CSI300 saltou 4,3% após o regulador estatal elevar o teto de investimento em ações para seguradoras, em um esforço para levar mais fundos de longo prazo ao mercado de capital.

O rali no mercado acionário é algo que os reguladores precisam já que pode reduzir a pressão social doméstica na China dadas as dificuldades econômicas provocadas pelo surto de coronavírus, disseram analistas.

Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 0,09%, a 22.717 pontos.

Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 0,12%, a 25.057 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC ganhou 3,11%, a 3.314 pontos.