ptzh-CNen

China quer fechar acordo comercial com Noruega após tensão gerada por Nobel da Paz.

"Dado o impacto da covid-19, a conclusão antecipada das negociações de um acordo de livre comércio entre a China e a Noruega é de grande importância para as relações bilaterais. As duas partes devem acelerar as negociações, concluí-las rapidamente”, adiantou Wang Yi numa conferência de imprensa na capital norueguesa, Oslo, no âmbito de uma digressão pela Europa. 

O país escandinavo poderia ter sido o primeiro da Europa a assinar um acordo comercial com o país mais populoso do mundo, mas a decisão do Comité Nobel norueguês de atribuir o Nobel da Paz de 2010 ao então opositor do Governo chinês, Liu Xiaobo, que morreu em 2017, levou à suspensão das negociações que já se encontravam avançadas. 

Os países retomaram as negociações em 2017, mas a nomeação do povo de Hong Kong para o Nobel da Paz de 2020, face ao levantamento popular contra uma lei de segurança do Governo chinês, levou Wang Yi a alertar contra qualquer “interferência” nos assuntos internos da China."

 

Ler artigo completo em: Plataforma Media