ptzh-CNen

Taxas de frete marítimo disparam com forte demanda da China.

Os navios que transportam carvão e minério de ferro para a China registram aumento dos ganhos em meio à maior demanda do país por commodities, apesar das preocupações com o ressurgimento de casos de Covid-19 em muitas partes do mundo.

As taxas para os chamados navios capesize, o maior entre os graneleiros, deram um salto de 48% na semana passada, para cerca de US$ 23,7 mil por dia na segunda-feira.

Em 25 de setembro, esses ganhos atingiram o maior nível em dois meses, segundo dados da Bolsa do Báltico. Houve aumento dos fluxos de carga da Austrália e do Brasil, os dois maiores produtores mundiais de minério de ferro.

“As exportações de minério de ferro não mostram sinais de redução, apesar do aumento dos casos globais de Covid, enquanto a China avança com seus investimentos em infraestrutura”, disse Burak Cetinok, chefe de pesquisa da Arrow Shipping Group, em Londres.

Para ajudar a compensar o impacto econômico da pandemia, o governo da China aumentou gastos com infraestrutura. Isso se traduz em sólida demanda por aço, e usinas do país têm produzido volumes recorde da liga neste ano. A maior economia da Ásia produz mais da metade do aço mundial.

 

Ler artigo completo: Money Times