ptzh-CNen

China limitará produção anual de carvão a 4,1 bilhões de toneladas até 2025

A produção anual de carvão da China não será superior a 4,1 bilhões de toneladas até o final do período do 14º Plano Quinquenal (2021-2025), depois de subir 1,4% ano a ano, para 3,9 bilhões de toneladas em 2020, segundo um relatório divulgado pela Associação Nacional de Carvão da China nesta quarta-feira.

O número de minas de carvão diminuirá para cerca de 4 mil até o final de 2025, ante cerca de 4.700 no final de 2020, e do total, mais de 1 mil serão equipadas com tecnologia de mineração inteligente, de acordo com o relatório.

O consumo anual de carvão será mantido em cerca de 4,2 bilhões de toneladas no final de 2025, aponta o texto.

Fusões e aquisições serão incentivadas em meio a esforços para eliminar a capacidade produtiva obsoleta de carvão nos próximos cinco anos e 10 super grandes companhias de carvão serão estabelecidas, cada uma com uma produção anual de 100 milhões de toneladas, segundo o relatório.

O setor de carvão tem enfrentado um excesso de capacidade produtiva nos últimos cinco anos. No final do ano passado, cerca de 5.500 minas de carvão foram fechadas e cerca de 1 bilhão de toneladas de capacidade anual foram eliminadas, diz o relatório.

Por outro lado, segundo o relatório, a China construiu cerca de 1.200 grandes e modernas minas de carvão, cada uma com uma capacidade produtiva anual superior a 1,2 milhões de toneladas, que contribuem com cerca de 80% da produção total de carvão do país.

XINHUA PORTUGUÊS