ptzh-CNen

Mercado acionário da China recua com sanções ocidentais por Xinjiang.

O mercado acionário da China recuou nesta terça-feira uma vez que as sanções ocidentais contra a China reduziram o apetite por risco e as preocupações com o aperto da política monetária continuavam a pesar sobre o mercado.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,95%, enquanto o índice de Xangai teve recuo de 0,93%.

Os Estados Unidos, a União Europeia, o Reino Unido e o Canadá adotaram sanções contra autoridades chinesas na segunda-feira por abusos dos direitos humanos em Xinjiang, e a China respondeu imediatamente com medidas punitivas contra a UE.

“As sanções afetaram o apetite por risco, em particular entre investidores estrangeiros, que venderam ações via Stock Connect”, disse Jin Jing, analista do Caitong Securities.

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,61%, a 28.995 pontos.

Em Hong Kong, o índice HANG SENG caiu 1,34%, a 28.497 pontos.

Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,93%, a 3.411 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,95%, a 5.009 pontos.

Em Seul, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,01%, a 3.004 pontos.

Em Taiwan, o índice TAIEX registrou baixa de 0,07%, a 16.177 pontos.

Em Singapura, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,12%, a 3.131 pontos.

Em Sydney o índice S&P/ASX 200 recuou 0,11%, a 6.745 pontos.

Money Times