ptzh-CNen

Hong Kong: China condena medidas de retaliação da União Europeia.

A China condenou as medidas adotadas pela União Europeia (UE) em resposta à nova lei de segurança nacional imposta por Pequim ao território semi-autónomo de Hong Kong.

A UE decidiu limitar as exportações de equipamentos utilizáveis para a vigilância e aplicação da lei em Hong Kong. 

Então, os 27 países também concordaram em apoiar a população da ex-colónia britânica, facilitando a sua viagem para a Europa, através da concessão de vistos, bolsas de estudo e intercâmbios académicos.

Em resposta, Pequim rejeitou hoje que a UE procure “interferir” nos seus assuntos internos.

“As medidas da UE violam os padrões básicos do direito internacional”, disse Wang Wenbin, porta-voz da diplomacia chinesa, acrescentando que o seu Governo irá apresentar protestos formais contra a comunidade europeia.

 

Ler artigo completo em: Plataforma Media