ptzh-CNen

China planeja aumento estratégico de reservas de petróleo, metais e produtos agrícolas.

O próximo plano quinquenal da China, com início em 2021, estabelecerá aumentos das gigantescas reservas estatais de petróleo, metais estratégicos e produtos agrícolas, disseram autoridades a par das discussões.

O governo de Pequim quer aprender com as lições da crise de coronavírus e com a deterioração das relações com os Estados Unidos e aliados, segundo as autoridades, que participaram da elaboração do plano. Isso significa garantir que os estoques secretos do país, quase certamente entre os maiores do mundo, sejam abundantes o suficiente para lidar com interrupções no fornecimento que poderiam prejudicar a economia, disseram as autoridades, que falaram sob anonimato.

A liderança da China apresentará no próximo mês a estratégia para 2021-2025, que incluirá o aumento do consumo interno e produção de tecnologia crítica no país, em uma tentativa de isolar a segunda maior economia do mundo da escalada das tensões geopolíticas e do desgaste das cadeias de abastecimento. Garantir o abastecimento de alimentos, combustível e matérias-primas é pré-condição para a maior autossuficiência do maior importador mundial de commodities.

 

Ler artigo completo em: InfoMoney