ptzh-CNen

Vacina chinesa CanSino contra COVID-19 apresenta 65,7% de eficácia, diz mídia.

Uma vacina chinesa de dose única contra a COVID-19 mostrou uma eficácia de 65,7% na prevenção de casos sintomáticos e de 90,98% contra casos graves em uma análise provisória de sua terceira fase de testes clínicos globais, revelaram reportagens recentes da mídia.

A eficácia da vacina Ad5-nCoV é baseada na análise de 30.000 participantes de vários países e 101 casos da COVID-19 virologicamente confirmados conduzida por um comitê independente de monitoramento de dados no Paquistão, publicou a Reuters na segunda-feira citando um funcionário da saúde paquistanês.

"No subconjunto do Paquistão, a eficácia na prevenção de casos sintomáticos é de 74,8% e 100% na prevenção de doenças graves", tuitou na segunda-feira Faisal Sultan, assistente especial de Saúde do primeiro-ministro paquistanês, acrescentando que o comitê não reportou nenhuma séria preocupação com a segurança.

A CanSino vem realizando a terceira fase de testes clínicos na Rússia, Paquistão e México, e buscando aprovações para mais provas desta mesma etapa em vários outros países, anunciou a empresa em um comunicado em novembro do ano passado.

A vacina candidata foi co-desenvolvida pela CanSino e pela Academia de Ciências Militares da China.

Xinhua