ptzh-CNen

Angola: China financia 15% de projetos de água do país.

Em declarações à imprensa, após a visita de constatação à estação de Tratamento de Água do Candelabro do Kifangondo, Lucrécio Alexandre Costa disse existir actualmente mais de 60 empreitadas paralisadas, maioritariamente regularizadas, e um conjunto de obras incitadas imobilizadas, não só devido ao surgimento da Covid-19, como pela gritante depreciação da moeda nacional.

Lucrécio Alexandre Costa esclareceu que o valor orçamental para realizar os trabalhos superaria os legalmente permitidos, sendo que os equipamentos valem divisas e os contratos foram feitos em kwanzas. “Quando há necessidade de se comprar uma electrobomba, o preço não será o mesmo valor, porque a cotação do kwanza relativamente ao dólar é diferente, o que constitui grande dificuldade na execução”.

 

Ler artigo completo em: Jornal de Angola