ptzh-CNen

Ex-Ministro das Relações Exteriores afirma que o Brasil deve ser neutro na tensão China-EUA

O jurista e ex-ministro das Relações Exteriores Celso Lafer disse que o Brasil não deveria tomar partido nem da China nem dos Estados Unidos e defendeu o entendimento com os dois países, durante entrevista ao programa "Roda Viva", da TV Cultura. "O Brasil não deveria, porque China e EUA estão hoje vivendo uma tensão, e é uma tensão de hegemonia, quem vai exercer uma preponderância na vida internacional", avaliou Lafer.

"A agenda dos EUA, bem ou mal, é uma agenda de contenção da China. E a agenda da China, bem ou mal, é uma agenda de ascensão da China. Acho que o papel do Brasil não é nem ingressar numa pauta nem em outra, é justamente buscar caminhos de entendimento com os dois, porque é aquilo que é compatível conosco como país, impossível para nós na situação em que nos encontramos", completou.