ptzh-CNen

Premiê da China diz que UE é parceira, apesar das tensões.

A China e a União Europeia (UE) são mais parceiras do que concorrentes, disse o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, conforme os dois lados tiveram sua primeira negociação formal desde que os laços foram fragilizados devido a acusações de que Pequim espalhou desinformação sobre o novo Coronavírus.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel -o principal executivo e chair da UE- realizaram uma videoconferência com Li, seguida por outra com o presidente Xi Jinping. Li expressou otimismo, de acordo com a mídia estatal chinesa.

A União Europeia, que chamou Pequim de rival sistêmica, negocia um acordo de investimento com a China desde 2014, com ambas as partes expressando desejo no ano passado de concluir negociações em 2020.

Autoridades da UE dizem que querem ver movimentos em áreas como automóveis, biotecnologia e microeletrônica e esclarecer questões de subsídios estatais a transferências forçadas de tecnologia. Bruxelas diz que os mercados da UE estão em grande parte abertos, por isso a China deve se movimentar mais.

 

Ler aritgo completo em: Extra