ptzh-CNen

Exigido teste negativo para quem entra e sai de Macau.

A medida com entrada em vigor esta segunda-feira aplica-se aos passageiros que tenham como ponto de partida Hong Kong, com destino a região da RAEM (Macau). O certificado de resultado negativo do teste de ácido nucleico de COVID-19 tem de ter sido emitido nos últimos sete dias, segundo um comunicado do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, senão é inváilido para autorização de viagem.

Dia 14 (terça-feira), a partir das 6 da madrugada, “todos os passageiros de embarcações e de aeronaves que partam de Macau devem apresentar o certificado de resultado negativo do teste de ácido nucleico de COVID-19″, informou o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus.

Ler artigo completo em: Plataforma Media