ptzh-CNen

China pede que credores privados multilaterais aliviarem dívidas para os países em desenvolvimento.

A China pediu na quinta-feira aos credores multilaterais e privados que tomem medidas e participem da suspensão e alívio da dívida para os países em desenvolvimento.

"Direitos de saque especiais adicionais fornecidos pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) também são vitais para atenuar a falta de liquidez nos países em desenvolvimento", de acordo com comunicado chinês entregue no evento virtual de alto nível sobre financiamento para o desenvolvimento na era do COVID -19 e além.

"A China trabalhará com todas as partes para chegar a um consenso antecipado sobre esse assunto, para que o FMI avance de acordo", afirmou.

Convocado pelo primeiro-ministro canadense Justin Trudeau, primeiro-ministro jamaicano Andrew Holness e secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, o evento virtual tem como objetivo avançar soluções concretas para a emergência de desenvolvimento causada pela pandemia do COVID-19.

 

Ler artigo completo em: China.org.cn