ptzh-CNen
  • frnspq2
  • chinamacaufonte
  • selosptchina
  • Iniciativas do Observatório da China: Ópera de Pequim.
  • Biblioteca Digital para a investigação científica e o conhecimento da história da China.
  • Selos comemorativos: 40 anos das Relações Diplomáticas entre a República Portuguesa e a República Popular da China, com o apoio da Embaixada da China em Portugal.

Nepal recebe cilindros de oxigénio de rotas terrestres com a China devido a escassez de oxigénio

O Nepal está a receber mais cilindros de oxigénio e outros suprimentos médicos da China, enquanto o país luta contra a COVID-19 em meio a uma escassez aguda de oxigénio médico e leitos hospitalares.

Narad Gautam, chefe da alfândega de Tatopani, disse que “um total de 2.500 cilindros trazidos por empresas privadas nepalesas chegaram aos pontos alfandegários vizinhos de Tatopani na segunda-feira. É a primeira vez que cilindros de oxigénio chegam por este ponto de fronteira desde que a segunda onda de coronavírus atingiu o Nepal no mês passado.”

O comércio entre o Nepal e a China está em andamento por meio de dois pontos de fronteira, sendo eles Tatopani-Zhangmu e Rasuwagadhi-Geelong.

Autoridades alfandegárias e empresas de logística do Nepal disseram que mais cilindros de oxigénio e outros produtos médicos estão a chegar ao Nepal por rotas terrestres.

Ramesh Sherpa, presidente da Silk Transport, disse que está a trazer “mais de 20.000 cilindros de oxigénio da China, encomendados por diferentes empresas no Nepal. A maioria deles está a caminho de Tatopani.”

De acordo com Sherpa, cerca de 10.000 cilindros já chegaram às áreas limítrofes. Para além dos cilindros de oxigénio, outros artigos médicos, incluindo máscaras cirúrgicas, equipamentos de proteção individual e leitos de unidades de terapia intensiva, também chegaram à fronteira de Tatopani na segunda-feira.

“A minha empresa também entregará cerca de 20 instalações de oxigénio da China na próxima semana”, acrescentou Sherpa.

O Nepal recebeu dois lotes de cilindros de oxigénio doados pela China por via aérea desde 11 de maio, já que o país enfrentou uma grave crise de oxigénio nas últimas duas semanas, forçando os hospitais a recusarem pacientes com COVID-19.

A fim de incentivar as empresas privadas a importarem produtos médicos, incluindo cilindros de oxigénio e concentradores, o governo nepalês isentou impostos, incluindo o imposto sobre o valor agregado, direitos alfandegários e impostos especiais de consumo.

Nas últimas duas semanas, o Nepal relatou casos diários de coronavírus de mais de 8.000 na maioria dos dias.

Na segunda-feira, o governo confirmou 9.198 novas infeções por meio do teste de reação em cadeia da polimerase e 49 por meio do teste de antígeno, elevando o total de casos em todo o país para 464.218.

Enquanto isso, 214 novas mortes foram registadas nas últimas 24 horas, elevando o número nacional de mortes para 5.215.

XINHUA PORTUGUÊS