ptzh-CNen

China critica EUA por impedir ONU de tomar decisões sobre conflitos Palestina-Israel

Na coletiva de imprensa realizada hoje, um jornalista fez uma pergunta para a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, referente à obstrução dos Estados Unidos na reunião aberta do Conselho de Segurança da ONU sobre os conflitos entre Israel e Palestina, originalmente marcada para hoje, mas que teve que ser adiada para o dia 16, e sobre qual terá sido a razão para os EUA fazerem isso.

Hua Chunying respondeu francamente que também quer saber qual é o objetivo de Washington. Ela lembrou que nas negociações de emergência do Conselho de Segurança realizadas no dia 10, os EUA impediram unilateralmente a ONU de lançar comunicações presidenciais, e, no dia 12, na segunda rodada de negociações emergenciais, os norte-americanos fizeram a mesma coisa.

A diplomata disse que os atuais conflitos entre Israel e a Palestina preocupam muito a comunidade internacional e todo o mundo está a procurar uma resolução rápida e adequada. Mas os EUA ficam mais uma vez no lado oposto da comunidade internacional.

A porta-voz criticou que Washington volta sempre a sua atenção para os direitos humanos dos muçulmanos, mas agora não se importa com os sofrimentos causados pela guerra. “Vidas muçulmanas também importam”, enfatizou Hua Chunying.

CRI