ptzh-CNen

Pequenas e médias empresas da China registam recuperação estável

De acordo com os dados mais recentes da indústria, a vitalidade das pequenas e médias empresas (PMEs) da China melhorou no primeiro trimestre deste ano, à medida que a economia recuperava ainda mais do impacto da COVID-19.

Segundo a Associação Chinesa das Pequenas e Médias Empresas, o Índice de Desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas, baseado numa pesquisa com 3 mil PMEs, aumentou 0,5 pontos no primeiro trimestre, para 87,5, atingindo o nível mais alto desde o mesmo período do ano passado.

O índice contém vários sub-índices para avaliar o desempenho e as expectativas das PMEs. Uma leitura acima de 100 reflete uma tendência ascendente nos negócios, enquanto que uma leitura abaixo de 100 indica vitalidade prejudicada.

Os sub-índices de macroeconomia, financiamento, custo e mão-de-obra ficaram todos acima de 100 no período de janeiro a março.

A associação afirmou que a confiança empresarial entre as PMEs foi restaurada, as expectativas do mercado continuaram a melhorar e as tensões de caixa foram amenizadas, citando as medidas pró-PMEs da China, como políticas monetárias direcionadas do banco central que reduziram as pressões de financiamento.

XINHUA PORTUGUÊS