ptzh-CNen

China quer acrescentar valor a importações agro-alimentares do Brasil

A China quer aumentar o valor acrescentado das importações de produtos agro-alimentares brasileiros, defendeu o Embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, na quinta-feira.

Os empresários chineses estão cada vez mais interessados não apenas em comprar matérias-primas ao Brasil, mas também em investir no estrangeiro, acrescentou o diplomata.

O Brasil deveria “aproveitar essas oportunidades para atrair mais investimentos de chineses no sector de processamento de produtos agrícolas”, disse Yang Wanming, num evento promovido pela revista brasileira Exame através da Internet.

Segundo a Exame, o Embaixador revelou que a China está disposta a abrir o mercado doméstico às exportações brasileiras de abacate e limão, tal como já aconteceu com o melão.

Yang Wanming prevê que as importações chinesas de milho superem os 30 milhões de toneladas nos próximos anos e encorajou os produtores brasileiros a apostar neste sector.

Fórum Macau