ptzh-CNen

China considera "provocatório" cancelamento de acordos pela Austrália

A ministra dos Negócios Estrangeiros australiana, Marise Payne, anunciou hoje o cancelamento de acordos relacionados com duas grandes iniciativas de construção de infraestruturas do estado de Victoria, assinadas com Pequim em 2018 e 2019.

Payne explicou que considera “esses quatro acordos incompatíveis com a política externa da Austrália ou desfavoráveis às nossas relações externas.”

Num comunicado, a embaixada chinesa na Austrália reagiu, dizendo que a medida “mostra que o Governo australiano não é sincero quando diz pretender melhorar as relações” tensas entre Pequim e Camberra.

As relações bilaterais com a China começaram a deteriorar-se em 2018, quando Camberra excluiu a empresa chinesa de telecomunicações Huawei de um concurso para a rede 5G, alegando razões de segurança nacional.

A tensão diplomática aumentou nos últimos meses, depois de o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, ter pedido uma investigação internacional sobre as origens da pandemia de covid-19.

No ano passado, em retaliação a China tomou uma série de medidas de sanção económica contra mais de uma dúzia de produtos australianos, incluindo cevada, carne bovina e vinho.

Notícias ao Minuto