ptzh-CNen

Linha ferroviária reabilitada pela China estimula exportações de minério em Angola

Segundo a Angop, agência noticiosa estatal angolana, o Caminho de Ferro de Moçâmedes (CFM), operador ferroviário do sudoeste de Angola, organizou na semana passada o seu primeiro carregamento de minério de ferro.

Segundo a agência, uma composição com 1.575 toneladas de minério partiu da província de Huíla, no sudoeste de Angola, rumo ao Porto Mineiro do Sacomar, na província do Namibe, tendo a carga como destino final o Reino Unido.

A viagem serviu de teste, no âmbito de um acordo entre o CFM e a Companhia Siderúrgica do Cuchi.

O Diretor-Geral da Companhia Siderúrgica do Cuchi, Wilton Ferreira, disse à Angop que a empresa de exploração mineira já extraiu 24 mil toneladas de minério desde fevereiro.

O CFM irá fazer uma viagem por dia com 900 toneladas de minério. O objetivo a longo prazo é atingir as 400 mil toneladas transportadas por ano.

Segundo Wilton Ferreira, a Companhia Siderúrgica do Cuchi já garantiu a venda de um milhão de toneladas de minério de ferro para países europeus e asiáticos.

A linha ferroviária operada pelo CFM foi reabilitada pelo grupo chinês China Hyawy Group Ltd, recordou o portal noticioso chinês QQ News.

Macau HUB